Biblioteca Mário de Andrade

Participei de uma plenária sindical outro dia e surgiram dois assuntos que compartilho com os colegas para troca de idéias.

1- A Biblioteca Mário de Andrade quer abrir 24 horas a partir de outubro. Mas até agora nada de concursos para bibliotecários e auxiliares para atender no horário noturno e aos domingos.

Dizem que o empréstimo automatizado resolverá todos os problemas junto com o uso do pessoal terceirizado do controle de acesso.

Mas como fica a mediação de leitura e informação e o maravilhoso serviço de indicações realizado pela equipe da Circulante composta por bibliotecários, auxiliares e estagiários de várias formações?!

Acho que seria ótimo montar equipes menores com o mesmo perfil para as noites e domingos. Menores porque os equipamentos de auto-empréstimo diminuem a necessidade de pessoal para essa tarefa chata e mecânica.

2- Há discussão dentro de uma reforma administrativa em curso sobre a criação de uma Fundação para gerir a BMA e o Sistema Municipal de Bibliotecas ou a submissão administrativa de um sobre outro como já ocorrido em outros tempos: de certa forma, de 1945 a 1975 a Mário geria o Sistema de Bibliotecas adultas (e a Monteiro Lobato as extintas bibliotecas infantis) e de 1975 a 2005 o Departamento de Bibliotecas Públicas era responsável pela Mário. O último modelo foi catastrófico para a Mário, pois sem autonomia administrativa e recursos quase sucumbiu. Não que as Bibliotecas Públicas tenham evoluído muito no período.

E segue a marcha do PT, iniciada nas gestões do PSDB e PSD, de eliminação do funcionalismo municipal via terceirização.

O Sindicato local deve agir e requerer informações e já foi acionado em reunião na semana passada. Mas não podemos só esperar por ele. É preciso abrir um canal de diálogo com as respectivas diretorias envolvidas (o diretor do Sistema participou do encontro) e ter papel protagonista nessas discussões que interessam à área e principalmente aos leitores e cidadãos da metrópole.

Um Seminário Municipal de Bibliotecas seria bem vindo.

Mas escrevo aqui para saber a opinião é coletar informações de outros colegas, afinal, não se tratam de informações oficiais.

Anúncios